Rui Pedro Brás mostra porque se fala em juízes e não se fala das perdas do FC Porto

Advertisement

O comentador da TVI24 teve a coragem de falar naquilo que o defensor do FC Porto tem evitado que se fale noutros programas. Gabo a coragem de introduzir alinhamentos que não são bem vistos para os lados do Dragão. Vamos por partes, como ele costuma dizer.

“Nas duas últimas janelas de mercado o FC Porto perdeu entre 60 a 70 milhões em passes de jogadores que saíram a custo zero. E neste momento arrisca-se a perder muito mais de 100 milhões de euros com os passes de Telles, Marega, Soares, Sérgio Oliveira e Otávio.”

A culpa é do Sérgio Conceição? penso que não até porque é treinador e não administrador dqueles que recebe prémios por segundos lugares. Adiante…

“Estamos quase no final de janeiro de 2020 e no dia 1 de janeiro de 2021, se não renovarem, nem forem vendidos, podem todos seguir a sua vidinha sem dar cavaco a ninguém”.

A culpa é do Sérgio? Também não até porque é treinador de futebol e não aquele individuo que passa a vida no twitter a falar no grito de motivação do Benfica.

“Isto é grave porque está a acontecer pelo terceiro ano seguido no FC Porto e depois não há milagres. A gestão do FC Porto desportiva, financeira, estratégica tem sido desastrosa. É preciso que os adeptos do FC Porto tenham coragem de pôr o dedo na ferida”.

Esses, preferem seguir a linha da macacada. E tudo o que envolve o Benfica mesmo que seja um mero grito num balneário.

“Caso o Benfica seja campeão será o SEXTO TÍTULO DE CAMPEÃO NACIONAL em SETE ANOS e isso sim devia preocupar os responsáveis do FC Porto.”

Não preocupa porque eles ganham um prémio pelo 2º classificado, porque o director de comunicação continuará a malhar no seu próprio treinador e preocupado com o Benfica e porque os adeptos continuaram a seguir a bocas do presidente do FC Porto que nos tempos livres é jogador do Canelas.