Sérgio “Sonceição” queixou-se do anti-jogo promovido pelo Marítimo depois de ter perdido pontos na Madeira. Retirou o foco das opções tecnicas ao não convocar Marega e deixar no banco Zé Luís e Alex Telles. Com o “tou-me a cagar paras as redes sociais” fez com que os cartilheiros largassem a critica para se virarem contra o árbitro, anti-jogo e até o JN, que está proibido de entrar na Luz.

O que não pode esconder é aquele Sérgio Conceição do tempo em que treinava a Académica e jogava com autocarros de 2 andares contra os grandes. Era mestre do anti-jogo e aqui fica um exemplo.

O “Sonceição” que deveria estar a ser questionado pelas suas opções técnicas, pela sua reacção vergonhosa e pelos fracos resultados na Europa…

Últimos 7 jogos:
2 vitórias (28,5%)
1 empate
4 derrotas
7 golos marcados
13 golos sofridos
Milhões da Champions pela janela fora

Não só não é questionado como ainda se viram para o lado do Benfica. É assim que funciona, atacar o Benfica para dar tranquilidade ao FC Porto.